Histórico
Histórico

CLUBE DOS ESCRITORES PIRACICABA

O QUE É?

 

Academia de Artes, Ciências e Letras, sem fins lucrativos, sem conotações religiosas ou político-partidárias.

 

DATA DE FUNDAÇÃO: 16/10/89

                                           Declarada de Utilidade Pública Municipal  pela Lei 4265/97

 

OBJETIVOS:

 

1        Congregar escritores e interessados em qualquer ramo da literatura, das artes e das ciências, de todas as tendências e estilos, novatos ou consagrados, sem fazer distinção ou pretender julgamento da qualidade do seu trabalho;

2        Colaborar na divulgação pessoal dos escritores e da sua obra;

3        Incentivar por todos os meios a publicação de títulos de autores novos e conceder honrarias, medalhas, diplomas de mérito de sua propriedade.

 

 

MEMBROS

 

1        740 membros espalhados em 179  cidades de 20 estados brasileiros, onde atuam os Delegados Regionais da entidade.

 

 

ÓRGÃO DE DIVULGAÇÃO

 

2        Revista do Clube dos Escritores, em P&B, 56 páginas, tiragem de 750 exemplares que é editada ininterruptamente há 15 anos.

 

 

HISTÓRICO

 

1986

Surgiu a idéia da formação do Clube quando um grupo de escritores resolveu  fazer livros pelo sistema da chamada Literatura Alternativa, como os livretos de cordel, feitos artesanalmente e com patrocinadores que tinham as suas publicidades estampadas no livreto,  que é ainda a idéia fundamental da nossa Cooperativa de Autores e dos chamados “Cadernos do Clube dos Escritores”, coletâneas de 8 a 12 autores com pequena tiragem e feito de forma simples, como um livreto formato brochura, sem a sofisticação do livro de editora.

 

1989

O grupo totalizou a publicação de 167 títulos e vendidos mais de 35 mil exemplares desses livretos.

1989 a 1994

Desenvolvimento de 354 edições do Programa de Rádio “Clube dos Escritores”, somente com declamação de poesias pela FM Municipal e na Rádio Educadora AM. 

 

Seu slogan era “democracia literária” − cerne da filosofia do Clube dos Escritores, a qual prega que a literatura tem que ser acessível ao grande público, e da mesma forma, deve ser popularizada, para que todos a entendam e tenham capacidade de se expressar em sua própria língua. Este slogan encontra-se na capa da revista do Clube.

1989

16 de outubro – Fundado o Clube dos Escritores Piracicaba

Tendo Membros Titulares (300 Cadeiras),  Sócios contribuintes Honorários e os Sócios contribuintes Assinantes da Revista Clube dos Escritores.

1990

Criado o Centro Literário de Piracicaba, tendo publicado durante dois anos, a página literária “Clube dos Escritores” no jornal Diário que fechou em 1992.

 

1992

Publicação da “Coletânea do Clube dos Escritores” pelos trinta e cinco autores que formavam o grupo.

1993 a 2003

Com o esgotamento da literatura alternativa, sem espaço para publicar, o grupo idealiza e funda um jornal literário. O jornal começa com uma página e tiragem de trinta exemplares.

No 10º aniversário do jornal literário apresenta 32 páginas, 740 assinantes, um corpo redatorial de 200 escritores, tiragem de 750 exemplares e circulação nacional.

1994

Lançamento da Coletânea “Força Motriz”

1995

Instituição oficial da entidade, com a eleição da primeira Diretoria. Aconteceu numa reunião-jantar, ocorrida no restaurante Brasserie, que passou a ser a maneira de se reunir do Clube dos Escritores. Algum tempo depois, foram registrados os Estatutos e fundada a entidade Clube dos Escritores Piracicaba

Lançamento da “Coletânea do Clube dos Escritores”, vol. 2

1996

Formado o Departamento de Honrarias e Méritos do Clube. Foram diplomados os 23 Membros Titulares Fundadores da entidade, em reunião-almoço realizada na antiga Churrascaria Guaíba.

O Clube escolheu como distintivo um pin que traz a figura de uma coruja, criado pelo artista plástico Marco Antonio Cavallari,  símbolo da sabedoria, que nomeia o troféu dos ganhadores dos seus concursos literários.

Solenidade de assinatura da “Carta do Mirante”, pelo Presidente do Clube e o Prefeito Antonio Carlos de Mendes Thame, durante reunião-almoço realizada no Restaurante Mirante. Contou com a presença de 250 pessoas com representantes de 36 cidades do estado de São Paulo e de outros estados.

1997

A Entidade é declarada de Utilidade Pública Municipal  pela Lei 4265/97

Consegue uma subvenção anual da Prefeitura Municipal.

1998

Criado o Conselho Acadêmico, com 100 Cadeiras

2000

Criado o Conselho Acadêmico, com 100 Cadeiras

2002

Instituída a Galeria dos Academicus Praeclarus, com 100 Cadeiras, que foi empossada pelo Prefeito José Machado em agosto de 2002

 

2003

Surge a Galeria dos Decanos do Conselho, com 100 Cadeiras, que foi empossada no mesmo ano.

2004

É lançado o terceiro slogan do Clube: “A literatura pode e deve ser tratada como espetáculo”.

 

2009

É lançado e outorgado o “Troféu Vinte anos” e o “Título da Lira Vintenária”, em comemoração aos 20 anos da entidade.

 

 

 

DIPLOMAS E MEDALHAS CRIADOS PELO DEPARTAMENTO DE HONRARIAS E MÉRITOS DA ENTIDADE

 

1        Definidos, impressos e preenchidos de acordo com o disposto no Artigo 43 da Lei Municipal 5194/02, que regulamenta os Diplomas e Láureas do Clube dos Escritores, que servem para render homenagens a pessoas que se destaquem na área das artes, ciências e letras, e também na área social e cultural são os seguintes os Títulos e Medalhas criados pelo Departamento de Honrarias e Méritos do Clube dos Escritores Piracicaba:           

 

Diploma da Galeria de Honra

outorgado à família de titulares falecidos, patronos de cadeira.

 

Título de Magnum Meritum

outorgado a pessoas de Mérito reconhecido em qualquer área cultural, artística, literária ou científica, do campo político, religiosos, militar, empresarial  e social.

 

Título de Cidadão Prestante

outorgado, anualmente, às pessoas que reconhecidamente tenham prestado serviços relevantes à comunidade.

 

Título de Cidadão Emérito

outorgado, anualmente, a pessoas de Mérito reconhecido em qualquer área cultural, do campo político, religiosos, militar, empresarial  e social.

 

Título de Persona Mundi

outorgado, anualmente, dentro do âmbito da realização das Solenidades do Clube, a associados e não associados do Clube dos Escritores Piracicaba, que tenham se destacado no seio das  comunidades estrangeiras de qualquer raça ou nacionalidade, nas Áreas: Social, Cultural e Artística.

 

 Título de Magna Persona

outorgado a pessoas de mérito reconhecido em qualquer área cultural, artística, literária, do campo político, religioso, militar, empresarial  e social.

 

  Título de Magnum Meritum do Comércio e Indústria

outorgado a empresas  de Mérito reconhecido e que, de alguma forma, tenham prestado serviços à comunidade.

 

  Título de Mérito “Profa. Laura de Campos Ferrari”

outorgado anualmente a professores e educadores de mérito reconhecido, associados ou não do Clube dos escritores Piracicaba, residentes ou não na cidade.

 

  Medalha de Mérito científico “Prof. Dr. Walter Radamés Accorsi”

criada pelo artista plástico Marco Antonio Cavallari, outorgada anualmente pelo Clube dos Escritores em conjunto com a família Accorsi  no âmbito científico.