Poesias enviadas
Poesias enviadas

ENVIE SUA POESIA OU CONTO PARA O NOSSO SITE, E DIVULGUE CONOSCO O SEU TRABALHO.


Ver Comentários  ::  Deixar Comentário


Comentários: 73   Páginas: 15                1 2 3 4 5 6  |  Seguinte >  |  Último >>

Post 1 Inserido por Comentário:
Nome: Simone de Souza
De: São Paulo
EMail: Contacto
Sou autora e escritora, como posso fazer para enviar projeto de Sarau é feira literária.
Obrigado.
Adicionado: August 21, 2017 Responder a esta entrada  Apagar esta entrada  Ver IP
Post 2 Inserido por Comentário:
Nome: Paulo A. Garbus
De: Curitiba
EMail: Contacto
Gostei das poesias do Paulo R.S. Franco, parabéns
Adicionado: August 29, 2015 Responder a esta entrada  Apagar esta entrada  Ver IP
Post 3 Inserido por Comentário:
Nome: PAULO R. S. FRANCO
De: Rio de Janeiro/RJ
EMail: Contacto
QUERER

Queria aceitar
todo o perdão que ela me pedisse,
e me desculpar
pelo que eu disse e pelo que eu não disse.
Queria apagar
toda lembrança que lhe perturbasse,
e reavivar
momentos bons que ela não mais lembrasse.

Queria enxugar
todas as lágrimas que ela derramasse;
me penitenciar,
pagar por tudo o que ela me cobrasse.
Queria dar fim
a qualquer dor que ainda lhe torturasse,
tatuando em mim
as cicatrizes que o amor deixasse.

Queria poder
lhe dar o céu, se ela me pedisse,
ou então morrer
todas as vezes que não conseguisse.
Depois lhe apertar
num louco abraço e nos fundir num só,
pra nos desintegrar:
do pó nascidos, retornar ao pó.
Adicionado: November 2, 2013 Responder a esta entrada  Apagar esta entrada  Ver IP
Post 4 Inserido por Comentário:
Nome: PAULO R. S. FRANCO
De: Rio de Janeiro/RJ
EMail: Contacto
GUERRA FRIA

Havia uma guerra fria
entre a China e a Turquia
sem intervenção da CIA.
Mil mensagens enviadas,
todas interceptadas,
eram logo decifradas.

Até que uma bem pequenina
foi enviada da China.
Eram três letras iguais;
três letrinhas, nada mais.
Eu vou contar pra você:
era T. T. T.

Alvoroço na Turquia.
O que a mensagem diria?
Trabalharam noite e dia,
mas a dúvida crescia.

Porém, eis que de repente,
viram surgir-lhes à frente,
famoso decifrador:
um humilde mercador
dos contos de Malba Tahan.
Um cara meio tan-tan
que alguém mandou chamar.
Foi: chegar e decifrar.
Quer saber o que dizia?
TÉRO TOMÁ TURQUIA.

Nem todos acreditaram;
muitos até debocharam:
Mas que grande bobagem!
Eu acho que é s...nagem!
Não passa de brincadeira.
Que besteira! Que besteira!

Mas, pelo sim – pelo não,
é bom tomar precaução.
E, também com três letrinhas,
também iguais e juntinhas,
o turco contra-atacou
e o chinês interceptou.
E eu vou contar pra você:
era B. B. B.

Agora era a vez da China
decifrar a “pequenina”.
Dias e noites de ação
e nada de solução.
Então convocaram um monge
que veio de muito longe
(de um filme de kung fu)
pra remexer o “angu”.

O ancião cego e aleijado,
já tinha até decifrado:
chamou o oficial,
desculpou-se “e coisa e tal”,
falou-lhe ao ouvido e saiu.
O oficial quase caiu.
Quer saber o que ele ouviu?
BAI BUTA BARIU!
Adicionado: November 2, 2013 Responder a esta entrada  Apagar esta entrada  Ver IP
Post 5 Inserido por Comentário:
Nome: PAULO R. S. FRANCO
De: Rio de Janeiro/RJ
EMail: Contacto
GANHEI NA LOTO

Ganhei na Loto. Ih, beleza pura!
Fui morar em Ipanema numa cobertura.
Casa de praia em Cabo-Frio. Que arquitetura!
Carro do ano. Muita farra. E quanta loucura!

Ganhei na Loto. Entrei de “pé direito”.
A sogra foi morar comigo – nem tudo é perfeito.
Credores mil em minha porta – isso dá-se um jeito.
Novo rico. Emergente. Isso não é defeito.

Ganhei na Loto. Veja que euforia!
Apareceram uns parentes que eu não conhecia.
Voltei a ver alguns amigos que há muito não via.
As ex-mulheres me trouxeram filhos que eu não tinha.

Ganhei na Loto. Não foi tão legal.
Só de pensão alimentícia, foi “um carnaval”.
Mais de quarenta em minha casa pra passar Natal.
Minha vizinha me acusou de a**édio sexual.

Ganhei na Loto. Foi uma pilhéria.
Paguei tanta indenização, que fiquei na miséria.
Caí nas mãos de agiotas. Coisa muito séria.
E os parentes? E os amigos? Foram pra... “Sibéria”.

Ganhei na Loto. Que azar o meu!
Nossa empregada engravidou e disse que fui eu.
Minha mulher me abandonou. Meu cachorro morreu.
A polícia foi chamada e, quando me prendeu...
eu acordei. Foi tudo um sonho. Dei graças a Deus!
Adicionado: November 2, 2013 Responder a esta entrada  Apagar esta entrada  Ver IP

1 2 3 4 5 6  |  Seguinte >  |  Último >>